Como fazer um bolo pode te deixar mais feliz

bolo de chocolate em um prato azul

Eu sou uma pessoa que AMA fazer bolos! Qualquer motivo é uma desculpa para ligar o forno. Pode ser porque é aniversário de alguém, ou porque vem visita em casa, ou simplesmente porque esta um lindo dia para comer bolo (e quando não é né? <3). Nós inclusive até fizemos um bolo durante a nossa viagem e provamos que é possível assar um bolo na van! Alguns especialistas afirmam que fazer bolo é muito mais do que querer preparar algo doce. Especialmente quando é feito para outras pessoas, pode trazer muitos benefícios psicológicos.

Fazer bolos é uma forma de expressão e comunicação

Segundo a professora de Ciências Psicológicas e Cerebrais da Universidade de Boston, Donna Pincus, o ato de fazer um bolo permite que você possa se expressar de forma mais criativa. Quando você faz um bolo para outras pessoas você esta achando uma forma de demonstrar seus sentimentos. Seja porque quer agradecer por um favor que ela te fez, ou para dizer o quanto você esta feliz por ela ter te convidado para um jantar, ou até para demonstrar que você sente muito por ela ter perdido alguém querido. Ás vezes são situações que palavras não são o suficiente para dizer o que você sente, e o ato de fazer um bolo para essa pessoa traduz esse sentimento. Em muitas culturas, em diferentes países, comida é uma expressão de amor.

Fazer bolos é uma forma de meditação

Eu nem preciso falar dos benefícios da meditação né? Alivío de stress e aumento de felicidade são só alguns deles. Mas se você acha que a única forma de meditar é sentar na postura de lótus, fechar os olhos e ficar imóvel por longas horas, você esta enganado. Uma das formas de meditação mais bacanas se chama mindfulness, que traduzindo significa ter a sua atenção plena em alguma coisa. Pode ser na sua respiração, nos seus batimentos cardíacos, ou até mesmo andando, correndo, cozinhando e… fazendo bolos!

Fazer um bolo requer totalmente a sua atenção. Você precisa medir cuidadosamente os ingredientes, preparar todas as etapas como ligar o forno, untar a forma, misturar os ingredientes… Se você trouxer sua atenção total para todos esses detalhes, para os cheiros, para a textura da massa, você esta criando um estado de atenção plena no momento presente e isso pode sim resultar em diminuição de stress (se você viu o vídeo de quando fizemos o bolo na van, sabe bem do que eu estou falando! Note o meu humor antes e depois de fazer o bolo hahaha)

A Professora Pincus ainda diz que quando você esta imerso no ato de fazer um bolo, você tem a sua total atenção na receita e isso faz com que você se livre daqueles pensamentos e preocupações que você anda ruminando. O cultivo desses pensamentos negativos podem levar a quadros de tristeza e depressão, por isso focar em algo produtivo pode te ajudar a livrar-se desse problema.

Fazer um bolo para alguém é um ato de altruísmo

Enquanto que a preparação do bolo pode trazer benefícios próprios para você, o ato de ainda estar fazendo isso para outra pessoa aumenta o seu nível de bem estar e felicidade. Donna Pincus diz que quando você esta fazendo um bolo para outra pessoa você tem um sentimento de estar fazendo algo de bom para o mundo, o que pode até aumentar o seu senso de ter um sentido na vida e de conexão com outras pessoas. Não é lindo? <3

Muitos estudos sobre felicidade relacionam a felicidade com o ato de se doar, fazer algo totalmente altruísta para outra pessoa e quando você faz um bolo para alguém você esta doando seu tempo e sua dedicação.

Porém, se fazer bolos é uma atividade que te estressa, você pode não receber os mesmos benefícios. Algumas pessoas tem fobia de entrar na cozinha e preparar algo e essa é uma situação que pode aumentar o seu nível de stress. Se esse é o seu caso, a terapia do bolo não é pra você. A própria professora Pincus diz que “contanto que não seja uma atividade estressante ou obrigatória, isso pode ser benéfico para todos”.

É claro que aqui estou falando sobre bolos, que é uma coisa com a qual eu me identifico e amo fazer, mas esses benefícios tem o mesmo valor em outras áreas da cozinha, como por exemplo preparar um jantar para os amigos.

Receita de bolo de prestígio

E já que estamos falando nisso, quero dividir com vocês uma receita de bolo de prestígio que eu fiz no fim de semana e ficou maravilhoso! Que tal aproveitar essa oportunidade para fazer um bolo para aquela pessoa que você ama? :)

Para a massa eu usei a mesma receita de nega maluca, então se você não gosta de prestígio é só substituir o recheio por calda de chocolate ou brigadeiro mole! 

Ingredientes:
– 03 xícaras de farinha de trigo (aqui na Austrália eu prefiro usar a self raising porque eu não me dou bem com o fermento daqui, mas fica a seu critério)
– 02 xícaras de açúcar
– 01 xícara de chocolate em pó
– 01 colher de sopa de fermento (esse eu não coloquei porque usei a farinha self raising)
– 01 colher de chá de bicarbonato de sódio
– 01 colher de chá de sal
– 01 xícara de óleo
– 02 ovos
– 02 xícaras de água quente

Modo de fazer:
– Misture todos os ingredientes secos. Depois acrescente todos os molhados. Leve a uma forma untada no forno 180° por 35 minutos.
– Dica: unte a forma com chocolate em pó ao invés de farinha. Assim o bolo fica mais bonito quando você desenformar, sem ter aquelas marcas brancas da farinha :)

Cobertura e recheio:
Para fazer a cobertura e o recheio eu fiz uma receita de beijinho simples, com uma lata de leite condensado, 2 colheres de sopa de manteiga e côco ralado à gosto (eu coloquei um moooooonte!). Levei tudo ao fogo e deixei por alguns poucos minutos, pois a intenção é que o beijinho fique bem mole, como se fosse comer de colher!

Eu concordo que esse bolo não é o mais saudável do mundo, mas eu acredito que ser saudável esta também relacionado a ser feliz. A vida é um equilíbrio em todos os sentidos e passar vontade também não faz bem, por isso de vez em quando eu gosto de me dar ao luxo de fazer um bolo desses, bem delicioso e que enche o meu coração de alegria!

Se você também ama fazer bolos ou gosta de cozinhar para outras pessoas, deixa aqui nos comentários! :)

Esse post foi traduzido e adaptado desse artigo

 

 

26 anos, aquariana, instrutora de yoga e reikiana. Nasci em Curitiba, mas sou do mundo. Amo os animais, cristais e natureza. Gosto de pintar mandalas e criar artes com papéis. Sou super otimista e acredito que a felicidade é para todos!

Leia também:

4 Comments

  1. Oi Karen,
    Amei esse post :) pois me identifiquei muito com ele.
    Eu sinto isso quando estou preparando um bolo. A cada ingrediente adicionado. Não sou fã da batedeira, prefiro bater na mão. O bolo fica mais fofo, saboroso. Aprendi isso com a minha avó.
    Sempre gosto de levar um bolo no trabalho, presentear alguém pelo aniversário e quando recebemos uma visita. É muito gratificante ver a reação das pessoas ao comer o seu bolo.
    Depois de ler esse post, vou fazer ainda mais pois achei super bacana saber que a preparação de um bolo também é uma forma de meditação.
    Gratidão por compartilhar este conhecimento conosco.

    Abraços
    Vivi

    1. Oiii Vivi! Fico tão feliz quando descubro alguém que sente o mesmo que eu <3 Eu também adoro levar bolo de presente para as pessoas, ou preparar em casa pra receber alguém. Acho um gesto tão carinhoso! Não sabia dessa dica de bater o bolo na mão, vou testar das próximas vezes :)

      Beijos!
      Ka

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *