A primeira vez que eu pratiquei Aerial Yoga

Como instrutora de yoga eu estou sempre buscando novos estilos de aula, sempre procuro studios novos para ir conhecer e praticar com diferentes professores. Acho isso fundamental para meu próprio crescimento como instrutora, afinal sempre podemos aprender algo novo.

Eu já tinha ouvido falar sobre aerial yoga e quando vi as fotos, achei que isso poderia ser interessante. Eu até pesquisei alguns lugares aqui em Gold Coast mas nunca tinha ido à nenhuma aula de fato. Aí algumas semanas atrás uma moça nova começou a trabalhar na mesma loja que eu e acabei descobrindo que ela é dona de um studio de aerial yoga bem pertinho da minha casa. Ali estava a minha chance :)

Ontem eu fui conhecer a aula dela e até consegui convencer o David a ir comigo! Chegamos lá cheios de curiosidade e sem fazer a menor ideia de como seria essa nova experiência. A aula começou direto com os asanas, ou posturas, que são as mesmas de uma aula normal de yoga. Começamos com as posturas em pé, que para mim foram as mais difíceis porque eu não estava muito confortável com o tecido me apoiando na cintura. Acho que é questão de costume ou então talvez o tecido não estivesse na altura certa pra mim. Mas a Marisa, a professora, foi um amor e me ajudou em todas as posturas.

Então fomos para a primeira invertida e aí veio o primeiro desafio de verdade: confiar em mim mesma. Você tem que simplesmente entrelaçar as suas pernas no tecido como se fosse um macaco e deixar o seu corpo ficar pendurado de cabeça para baixo, confiando apenas no tecido que esta te segurando. Fizemos 3 invertidas na aula e na primeira senti muito medo, na segunda já sabia mais ou menos como entrar na postura e na terceira fiz sozinha bem rapidinho hahah YAY! :D

Depois fomos para as posturas sentadas e essas foram as minhas preferidas, porque nessas a gente fica dentro do tecido e a sensação é muito boa! A maior dificuldade na verdade foi conseguir ver a professora, porque você fica literalmente embaladinho no tecido, como se fosse o recheio de um pastelzinho hahahaha

O que eu achei legal desse tipo de aula é que o tecido da um apoio bacana para várias posturas e te permite ficar mais confortável em asanas como trikonasana ou shiva nataraja. Ajuda bastante no alongamento e em algumas posturas trabalha bastante com força nos braços e nas pernas. O que eu achei mais difícil foi realmente fechar os olhos durante a postura e realmente sentir a energia fluindo, sentir a conexão comigo mesma. Isso porque era uma coisa totalmente nova pra mim e eu estava um pouco preocupada em como segurar o tecido do jeito certo ou aprender como incorporar o tecido nas posturas. Como tudo na vida, nada que algum tempo de prática não resolva.

A melhor parte foi o yoganidra, o relaxamento final. Deitamos dentro do nosso balancinho e eu me senti um bebê no sling, segura e confortável <3

Resumindo: eu amei a experiência, eu adoro tentar coisas novas e o aerial yoga com certeza foi uma experiência positiva. A Marisa foi muito legal com todos nós e fez todos sentirem-se bem vindos. Para quem quiser conhecer eu super indico o studio, que fica em Mermaid Waters e se chama Yoga Shed.

assinatura3

26 anos, aquariana, instrutora de yoga e reikiana. Nasci em Curitiba, mas sou do mundo. Amo os animais, cristais e natureza. Gosto de pintar mandalas e criar artes com papéis. Sou super otimista e acredito que a felicidade é para todos!

Leia também:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *