21 dias sem comer carne: como esta sendo a minha experiência

Um pouco antes de sairmos do Brasil, eu e o David fizemos com a minha mãe o nível II em Reiki. Desde então a gente vem praticando em nós mesmos e recentemente eu tenho sentido vontade de aprofundar os meus estudos e usar mais essa energia. Eu tenho oferecido sessões de Reiki para amigos porque quero praticar mais e agora sinto que é a hora de começar os meus estudos no nível III.

Pra quem não sabe, cada vez que você é iniciado em um novo nível você tem que fazer 21 dias de Reiki em si mesmo, usando os novos símbolos aprendidos, e é recomendado que nesse período você não coma carne e não consuma alcool, mas não que isso seja obrigatório. Quando eu aprendi os níveis I e II eu fiz os 21 dias, mas não mudei a minha alimentação.

Desde que viemos para a Austrália nós já ficamos alguns períodos sem comer carne. No começo achamos um pouco difícil se adaptar com a comida daqui e como nós não sentimos necessidade de comer carne todos os dias, ficamos alguns períodos só comendo vegetais e a carne não nos fez falta.

Agora que eu estou começando a estudar para o nível III eu resolvi fazer o 21 dias novamente antes da minha iniciação e dessa vez eu resolvi parar de comer carne durante esse período e ver como vai ser.

No começo eu achei um pouco difícil, mas não porque eu senti falta de carne, mas sim pela minha falta de criatividade em pensar em outras coisas pra comer. Com isso, eu tive duas experiências:

Comendo em casa: Logo no primeiro dia eu percebi que se eu não fizesse um planejamento, não iria aguentar os 21 dias. Então eu pesquisei receitas na internet e em alguns livros pra criar um menu pra semana. Fomos no mercado comprar tudo o que iríamos precisar e eu fiquei super empolgada com o novo universo de possibilidades que eu encontrei. Por exemplo, eu queria comer lasanha, então nós fizemos uma lasanha de abobrinha, beterraba e cogumelos que ficou simplesmente MA-RA-VI-LHO-SA!!! E assim foram os dias seguintes, criando pratos diferentes que ficaram muito deliciosos. Essa foi a experiência positiva, usar a nossa criatividade para criar pratos novos.

Comendo fora de casa: No segundo dia, fomos em um festival latino de música e comida que teve aqui em Gold Coast. Chegando lá tinham várias barraquinhas de comida argentina, chilena, venezuelana, etc. Eu fiquei MORRENDO de vontade de comer uma empanada de pollo, mas como eu não podia comer frango tive que ficar só na vontade mesmo. Eu quase adiei começar os 21 dias no dia seguinte, mas se eu fizesse isso seria igual a dieta da “na segunda-feira eu começo”. Então eu procurei outras opções de comida vegetariana e me deparei com: nada. Achei umas opções muito sem graça e o fim da história é que eu voltei pra casa com fome. Essa foi a experiência negativa nesse período vegetariano e com isso eu vi que não vai valer a pena comer fora de casa durante esses dias.

Com relação à quanto eu estou me sentindo, estou um pouco decepcionada em dizer que eu não estou sentindo absolutamente diferença nenhuma no meu corpo. Mas ainda não quero tirar nenhuma conclusão precipitada, quando eu terminar os 21 dias venho contar como foi :)

assinatura3

26 anos, aquariana, instrutora de yoga e reikiana. Nasci em Curitiba, mas sou do mundo. Amo os animais, cristais e natureza. Gosto de pintar mandalas e criar artes com papéis. Sou super otimista e acredito que a felicidade é para todos!

Leia também:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *